Os poucos pedaços que ainda restam de mim

 

large (8)

Acabei misturando amores e a ressaca ficou grande por aqui. Sempre amei demais, me entreguei demais.Várias vezes achei que era a garota certa de alguém, mas depois me mostravam que eu não era. Brincavam com o meu coração e depois devolviam os pedaços sem se importarem com o estado.

E mais uma vez eu quebrava a cara, ou melhor o coração.

É difícil amar alguém de novo quando a bagagem do passado ainda faz questão de ser um peso no nosso ombro. A gente tenta acreditar em alguém. Em um novo amor. Eu acreditei em você quando me disse que acreditava em nós. Busquei todas as minhas forças.

Mas acontece que nunca fui suficiente para ninguém e nem ao menos para mim. Todo mundo merece um amor por inteiro e não somente uma pequena parte. Por isso eu vou embora carregando os poucos pedaços que ainda restam de mim.

Quanto a nós dois eu confiei e acreditei em você. Mas ainda preciso acreditar em mim. Engolir o meu orgulho e desfazer a bagagem do passado. Talvez no caminho encontre um jeito para voltar. Mas por enquanto não acho justo te colocar no meio dessa minha confusão.

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s