Um papo sobre: o que eu aprendi com o tempo

10325523_539226256183759_5779277518114464024_n

Se eu parar e olhar para a eu de mais ou menos uns cinco anos atrás, é notável quanta coisa mudou em mim, ou como eu mudei. Sei que parece clichê mas acontece que nos auge dos meus 15 anos eu era uma pessoa totalmente insegura em relação a mim mesma e em como eu me relacionava com o mundo ao meu redor.

Eu tinha medo de ser diferente dos outros, de botar a boca no trambone e dizer a minha opinião sobre alguma coisa sabe. Acho que posso chamar isso tudo de medo de sair da zona de conforto. É. Isso mesmo. Não queria extrapolar os limites que me escondiam do mundo.  Até que um dia isso acabou não sendo mais suficiente e foi preciso mudar: me permiti viver as coisas mais intensamente,  quebrar a cara e levantar de novo, ter conquistas através de mérito próprio…

Hoje posso dizer com toda certeza que nos últimos 5 anos que se passaram eu absorvi tantos aprendizados (daqueles que a vida traz pra gente sabe), tanta coisa boa que eu senti a necessidade de compartilhar pelo menos um pedacinho de todo esse positivismo com vocês.

TEMOS QUE FAZER POR ONDE: SEMPRE !

Minha mãe sempre me dizia que nada, absolutamente nada vem de graça e realmente essa frase faz todo sentido. As coisas não vão acontecer se você não correr atrás delas. Se você quer sei lá, fazer a viagem dos seus sonhos pra Disney ela não vai pliiiiim cair magicamente no seu colo: você tem que pesquisar preços, juntar uma grana legal e se planejar por completo. Eu vejo que algumas pessoas estão simplesmente acomodadas na vida sabe ou então ainda não conseguiram ver a realidade em volta. Temos que correr atrás dos nossos sonhos sempre sabe, se tá ruim o agora temos que levantar a bunda da cadeira e se mexer pra mudar isso. Seja a mudança!!

AMOR PRÓPRIO, A CHAVE DE TUDO ! 

Acho que a minha grande e péssima mania de cinco anos trás era ficar o tempo inteiro me comparando com os outros no quesito fisicamente. Sempre fui magrela e ficava triste quando via meninas da minha idade com muito mais coxa, peito e bunda do que eu e ficava ainda mais triste quando via que os meninos ficavam “babando ovo” por elas. E o resultado disso tudo?? Eu me sentia triste por não ser igual à todo mundo. 

Hoje eu vejo que ficar triste por isso era a coisa mais sem noção do universo hahaha!! Carah eu era daquele jeito e sério que eu me sentia triste por não agradar aos outros?? Eu tinha realmente que mudar o que eu era para as pessoas gostarem de mim? E as minhas outras qualidades? Levou muito tempo, mas eu aprendi a me amar como eu sou, como Deus me fez. Repetia para mim todos os dias que eu era especial exatamente pelo fato de não ter ninguém no mundo igual a mim. Eu tenho minhas qualidades mas também tenho os meus defeitos e mascará-los jamais será a melhor opção e esse pensamento foi a chave da minha autoaceitação, do meu amor próprio. Hoje eu me amo e sei que não há nenhum amor melhor do que esse.

DECEPÇÕES NÃO MATAM, PELO CONTRÁRIO, TE FAZEM CRESCER!

Essa é uma frase que resume muito bem tudo o que eu já vivi na minha vida. Confesso que já passei por situações que na hora pareceram o fim do mundo. Mas hoje olhando para trás eu vejo que realmente teve um aprendizado em tudo aquilo por mais que na hora eu não fosse capaz de enxergar. Foram elas que me fizeram crescer paralelamente com outras conquistas da minha vida. Se hoje eu sou capaz de avaliar e compreender mais as coisas é porque lá no passado eu passei por algo que me fez abrir mais os olhos. Exemplo disso é que se não fosse por algumas decepções amorosas que eu tive no passado, hoje esse blog repleto de textos de amor não existiria hehehe.

 

E você: o que aprendeu com o tempo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s