Confetes e um amor de carnaval

stocksnap_kd9kf8bpkh

Carnaval. 2017. Ela sabia que esse ano seria diferente. Já ele contava os segundos para descobrir o que dessa vez as comemorações lhe trariam de bom. Entre multidões, shows e confetes, no fundo eles sabiam que tudo seria do mesmo jeito: era a hora de eles se encontrarem novamente.

Nos últimos três anos eles se divertiram juntos nos bloquinhos e dançaram abraçados todo o repertório de marchinhas. Ela parecia tão pequena e tão vulnerável ao rodopiar nos braços dele entre uma música e outra. Vez ou outra ela sorria: e ele sentia seu coração bater um pouquinho mais rápido.

Mesmo sem querer, a presença dela fazia um bem danado pra ele. Eram mais ritmados do que qualquer bateria de escola de samba por ali.

Mais no fim da noite, quando todas as serpentinas já estavam espalhadas pelo chão eles seguiam rumos diferentes. Ela voltava para casa enquanto ele ia para algum outro lugar com os amigos noite a dentro. Nunca prometeram nada e muitos menos cobraram algo um do outro. Sabiam que por trás de todas as cores e alegorias, nada mais restaria à eles além de um simples amor de carnaval.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s